Cyndi Lauper

Cyndi Lauper expõe estado crítico de jovens LGBTs em situação de abandono nos EUA

Cyndi Lauper comemorou no dia 28 de junho, o décimo aniversário da Fundação True Colors. A cantora mostrou-se muito orgulhosa em apresentar o mais novo projeto de sua organização, que segundo o site Variety trata-se de um mapeamento completo por estado sobre juventude carente e moradores de rua LGBTs criado em parceria com o Centro Nacional de Direitos à Pobreza, uma organização sem fins lucrativos com sede em Washington DC.

“Estamos muito empolgados com esta parceria porque o estudo, é uma mudança de jogo. É a primeira pesquisa realizada neste sentido”, disse Lauper sobre o ranking de todos os 50 estados e o Distrito de Columbia, de acordo com a eficácia com que abordaram o desafio de abrigar jovens.

Cyndi Lauper
Gregory Lewis (Diretor Executivo e CEO da True Colors Fund), Cyndi Lauper e Maria Foscarinis Fundadora & Diretora Executiva da National Law Center on Homelessness & Poverty

Washington e Massachusetts alcançaram as pontuações mais altas com cerca de 4,2 milhões de jovens e adultos jovens até 24 anos nos EUA, enquanto Alabama e Carolina do Sul foram os menores. “O objetivo não é apontar as falhas na administração dos Estados, mas capacitá-los a melhorar e aprimorar em como eles estão lidando com a falta de moradia dos jovens”, acrescentou Lauper, que está especificamente preocupada com as crianças e jovens da população LGBTQs.

Cyndi LauperAfinal, eles são 120% mais propensos a sofrer por falta de moradia do que os jovens que não são LGBTs. “Mandar os políticos se foder não resolve o problema. O que resolve a questão é a humanidade da questão – que nós compartilhamos nossas histórias, que falemos uns para os outros, que falemos sobre como as coisas afetam nossas vidas pessoalmente. Porque somos um país de muitas pessoas diferentes e temos que nos unir e não nos separar, e a única maneira de começar a mobilizar as pessoas é conversar umas com as outras, compartilhar suas histórias. ”, disse Lauper.

“É hora de acordar, sabe? Porque este é o momento e é assim que me sinto sobre isso. Esta é a base de estudo e pesquisa que estamos realizando, e estou muito orgulhosa”, contou.

Lauper relatou sobre sua própria experiência quando adolescente como uma artista jovem, desempregada e morando nas ruas. “Sim, eu estava sem casa”, disse ela, “Eu tive que sair do meu próprio Estado porque não consegui fechar um contrato de aluguel. Meus pais eram pobres e eles não podiam assumir o contrato para mim. Eles não confiavam em mim. Eu era uma perdedora. Eu não conseguia manter em um emprego. Era uma sonhadora … eu tive muitos, muitos empregos”, revelou.Cyndi Lauper

“Se você não der a mínima para seus próprios direitos civis ou suas próprias liberdades civis, bem, então quem diabos vai se importar? Juntos, podemos mudar as coisas – e isso é um problema que pode ser mudado”, completou.

COMENTÁRIOS